4 ferramentas no combate contra a inadimplência no varejo

Temos que admitir: não é fácil combater a inadimplência no varejo. São vários os fatores que levam muitos clientes a não cumprirem os seus compromissos. Entre eles estão a falta de planejamento financeiro, vários parcelamentos feitos e imprevistos como a perda do emprego.

Todas essas questões deixam muitos empresários preocupados. Se esse é o seu caso, fique tranquilo: explicaremos algumas ferramentas que ajudam a resolver o problema e destacaremos a importância de contar com uma empresa especialista em combater a inadimplência. Continue lendo!

Quais são as tecnologias que ajudam a resolver o problema?

Existem vários recursos que são usados com o objetivo de diminuir o número de consumidores que não pagam ou atrasam o pagamento de um produto ou serviço. Eles têm as vantagens de simplificar processos e, assim, facilitar a vida do empresário e do cliente. Veja abaixo as principais ferramentas utilizadas:

1. Sistemas de gestão

Os sistemas de gestão, como os ERPs (Enterprise Resource Planning ou Sistema Integrado de Gestão Empresarial) automatizam e integram vários setores do negócio em apenas um local. Eles podem ser, por exemplo, atividades relacionadas a vendas, compras, logística, recursos humanos etc.

Com apenas poucos cliques, é possível saber como estão as contas a pagar e a receber. Dessa forma, fica fácil observar os clientes que são inadimplentes e saber quais são os compromissos que estão atrasados.

2. Canais de comunicação com o consumidor

Entre as principais formas de comunicação estão o e-mail, mensagens telefone, chat e redes sociais. Eles podem ser usados para esclarecer dúvidas dos clientes ou lembrá-los de fazer uma ação.

Você pode, por exemplo, enviar a conta ao cliente por e-mail (assim ele não dependerá que ela chegue na sua casa por meio de correspondências) e lembrá-lo por mensagem sobre o prazo de alguma mensalidade que precisa ser paga.

Ainda existem alguns sites e aplicativos que possibilitam a negociação de dívidas online. Nesses locais, o cliente entra em contato diretamente com você para buscar um acordo e quitar a despesa de maneira prática, rápida e sem burocracia.

3. Antecipação de cobranças

Elas ajudam os consumidores a lembrar do pagamento da fatura. Você escolhe  os canais que deseja enviar o lembrete (se vai ser por e-mail ou mensagem) e o período (se será com 2 ou 4 dias de antecedência, por exemplo).

Caso o pagamento não seja feito, deve-se pensar em outras ações. A sua empresa pode optar pelo protesto do título ou suspender o serviço.

4. Automação comercial

O sistema de automação comercial permite que a sua empresa consulte o CPF do cliente de forma rápida e descubra se ele tem nome sujo no SPC (Serviço de Proteção ao Crédito) ou Serasa. Eles também ajudam a criar um banco de dados dos consumidores, possibilitando um melhor relacionamento com eles.

Essa ferramenta não garante o pagamento das contas, mas permite que você analise o histórico de cada cliente. Essas informações são úteis para avaliar as condições em que deseja vender algum produto (se é melhor, por exemplo, fazer a venda à vista ou a prazo). Isso ajuda o seu negócio a se proteger de possíveis calotes.

Qual é a importância de contar com empresas especializadas?

As empresas especialistas na área contam com profissionais capacitados para lidar com situações de inadimplência. Eles podem orientar o seu negócio sobre as melhores ações a serem tomadas para combater os calotes e não ter mais pendências em relação às contas a receber.

A inadimplência não é nada agradável para o varejo, pois com ela se torna impossível saber quais serão as receitas em um determinado período. Essa situação pode acarretar em consequências graves, como demissão de funcionários e até o fechamento da companhia.

Esse post sobre as maneiras de combater a inadimplência no varejo foi útil para você? Está interessado em implementar essas ferramentas no seu negócio? Entre em contato com a gente!

Veja também

automação no varejo

Comentários

comentários

20 anos de kcmsruptura de estoque