4 tecnologias para restaurante que você precisa conhecer!

Cada vez mais as tecnologias vêm transformando a rotina das empresas e otimizando os seus processos. Não faltam produtos e serviços desenvolvidos especialmente para os setores que atuam no ramo gastronômico. Mas você sabe quais são as tecnologias para restaurante que podem ajudar a vender mais?

Ainda não? Então, confira uma lista das soluções mais eficientes que não podem faltar na gestão do seu estabelecimento e aproveite as dicas para diferenciar o seu negócio da concorrência. Acompanhe!

1. Sistemas de display de cozinha

Esse dispositivo otimiza os processos internos da cozinha ao integrar o processo de produção ao atendimento. Os pedidos realizados pelos garçons ou dos autoatendimentos chegam à cozinha de forma automática e em tempo real.

Dessa forma, há aumento na velocidade da entrega do pedido e melhora da qualidade do atendimento de maneira geral. Também elimina os custos com pedidos feitos no papel e ainda contribui para um ambiente mais sustentável.

2. Garçom eletrônico

É um sistema de atendimento que oferece mais comodidade para os seus clientes. Ao desejar ser atendimento, o consumidor aperta a campainha que se encontra em cima das mesas. Assim, é emitido um digital para um display ou dispositivo de pulso com o número da mesa que está solicitando o atendimento. Em seguida, o garçom atende o cliente.

O display e o dispositivo de pulso exibem simultaneamente 3 e 5 números, respectivamente, conforme a ordem de chamada. Essa tecnologia traz mais agilidade para o atendimento e é fácil de instalar por não ter fios.

3. Software de PDV

sistema de ponto de venda, ou PDV, é um software utilizado para realizar vendas com a emissão de notas fiscais. Ele pode estar integrado com a gestão do bar ou restaurante. Dessa forma, é possível realizar o cadastro de fornecedores, de mercadoria e de materiais de consumo.

Você também pode gerenciar o cadastro dos vendedores, das alíquotas fiscais e controle de estoque. O sistema integra todas essas informações para facilitar o processamento das operações e permite emitir relatórios de vendas, que podem ser utilizados para fazer um planejamento mais eficiente.

4. Quiosque de autoatendimento

Por meio dos terminais de autoatendimento, os clientes podem fazer seus pedidos diretamente na tela, que são enviados em tempo real para a cozinha e o garçom os entrega na mesa. Alguns quiosques também têm a função para emitir senhas, ajudando na gestão de filas, ou realizar pagamentos eletrônicos.

Com isso, há uma diminuição nos erros de pedidos dos clientes, os garçons têm mais tempo para personalizar os pratos ou bebidas, o tempo de espera também diminui e há uma otimização em todo o processo de atendimento.

Aproveite as tecnologias para restaurante para melhorar os processos internos do seu negócio e, com isso, oferecer uma experiência diferenciada para atrair mais consumidores e fidelizar os clientes. Além, é claro, de se manter mais competitivo no mercado.

Você utiliza alguma das tecnologias listadas em seu restaurante para tornar a gestão mais eficiente? Se quiser saber mais como elas podem ajudar o seu negócio, entre em contato conosco e conheça as nossas soluções.

Leia Mais

Como atrair clientes no ramo de alimentação: 14 dicas infalíveis!

Em um mercado bastante concorrido, saber como atrair clientes é um dos principais desafios enfrentados pelas empresas no ramo de alimentação.

Se você tem um restaurante, pastelaria, lanchonete, cafeteria, pizzaria, bar, entre outros, não deixe de conferir esse artigo! Todos estão à procura de dicas para atrair novos clientes para seu negócio, mas o que tem visto não anima muito.

Se você tem um negócio no ramo da alimentação, mas o fluxo de pessoas anda baixo. Pode ser que esteja deixando de colocar em prática medidas simples e baratas. Felizmente, as soluções disponíveis podem ser facilmente implementadas e, o melhor, surtirão efeito mais rápido do que imagina.

Acompanhe o artigo até o final. Temos várias dicas especialmente preparadas para você dar uma turbinada no seu negócio.

Ofereça diferentes modalidades do seu serviço

diferencial é um fator decisivo para o sucesso de qualquer negócio e, para isso, você pode oferecer variações dos seus serviços. Por exemplo, em um restaurante, disponibilizar as opções de pesagem e de valor fixo, pode ser um diferencial na modalidade do serviço, ou até mesmo adotar um perfil de delivery para o seu negócio.

Dessa maneira, o cliente poderá escolher a modalidade que mais atende ao bolso e a fome naquele momento e você conseguirá ampliar o seu atendimento.

Permita variadas formas de pagamento

Há pessoas que preferem usar somente cartões de crédito por questões de praticidade na hora de administrar os gastos e segurança. Já outras levam somente dinheiro ou vale alimentação. É uma situação muita chata quando queremos frequentar um local que aceita apenas uma dessas opções, não é mesmo?

A prática de limitar demais a forma de pagamento é o caminho mais fácil para perder clientes. Então, ofereça variedade aos consumidores, seja por cartões de crédito, de débito ou de vales que são disponibilizados pelas empresas.

Aposte na variedade de alimentos

Comer sempre as mesmas coisas é muito enjoativo e sem novidades, não é mesmo? Partindo disso, é possível perceber a necessidade de apostar na variedade de alimentos diferenciados com o intuito de atrair mais clientes, consequentemente, aumentar o seu lucro.

Sendo assim, procure sempre oferecer novos alimentos, outros formatos, combinações, e novidades no modo de preparo. Outro a fator a se considerar é que tem aumentado consideravelmente o número de veganos e vegetarianos. Quando você se adequa a esses novos padrões de consumo, as chances de aumentar as vendas se elevam, pois, o seu público fica cada vez mais abrangente.

DESPERDÍCIO NO RESTAURANTE

Faça promoções

Essa é uma maneira de atrair e fidelizar mais pessoas, pois poucos resistem a um combo, uma promoção ou um desconto. Adote o hábito de promover condições especiais por tempo limitado. Algumas dicas podem ser:

  • combos do tipo: compre este produto e ganhe a bebida;
  • cartões ou carimbos de fidelidade (a cada X carimbos, ganhe uma sobremesa);
  • distribuição de panfletos nas ruas próximas ao seu restaurante (quem apresentá-los ganha um desconto);
  • valor diferenciado em algum produto em um dia e intervalo de horário pré-estipulado;
  • bebida em dobro na sua hora de menor movimento (isso pode lhe ajudar a aumentar o fluxo nos horários mais ociosos do dia);
  • sorteio em redes sociais de um produto que é bem vendido e é o queridinho da galera (isso pode também te auxiliar a conseguir que te sigam e te acompanhe nas redes sociais).

Após definir uma estratégia de promoções, é preciso focar em divulgá-la de maneira atrativa. Isso pode ser feito por meio das redes sociais, cartazes chamativos ou, até mesmo, o famoso método boca a boca.

Faça parte de clubes de descontos online

Para atrair clientes que parte da internet a solução é integrar a cadeia de estabelecimentos conveniada a clubes de descontos e sites de compras. Entre os mais conhecidos temos Peixe Urbano, Groupon e Grubster.

Há também o Chefs Club, uma alternativa igualmente interessante, na qual os clientes baixam um aplicativo, garantindo descontos de até 50% nos estabelecimentos cadastrados. Portanto, se seu negócio ainda não faz parte da rede dos restaurantes que oferecem condições especiais nos sites e aplicativos de descontos, não perca tempo e faça já sua inscrição.

Por outro lado, é importante estar sempre atento aos períodos promocionais, como a Black Friday. Onde os preços são reduzidos, potencializando o fluxo para atrair novos clientes. Precifique observando sua margem de lucro e aumente a frequência em seu negócio.

Automatize o seu estabelecimento

Quando falamos em automação, nos referimos à aplicação de métodos e ferramentas que permitam a substituição do trabalho manual por processos automatizados, alcançando eficiência máxima nos processos comerciais.

Ou seja, automação nada mais é que a modernização das estruturas e dos processos da empresa, substituindo, sempre que possível, o trabalho manual pelos processos informatizados.

Ao automatizar seus processos, as empresas ganham em eficiência e em tempo de resposta, além de economizarem recursos e poderem alocar seus ativos humanos em posições mais estratégicas, onde possam desempenhar atividades que requeiram maior criatividade e sensibilidade, traços que as máquinas são incapazes de emular.

AUTOMAÇÃO COMERCIAL

Faça do seu estabelecimento uma atração

No competitivo ramo da alimentação, nem sempre estar bem localizado, servir um cardápio variado ou ser especialista em algum tipo de culinária é o bastante. As pessoas que vão a lugares para almoçar, jantar, se divertir com a galera ou até mesmo comemorar uma data importante, também buscam experiências que tornem a visita marcante e especial. Uma maneira de fazer isso é investir no visual do seu estabelecimento.

Pense no perfil das pessoas que o frequentam e busque um tema apropriado. Se a maioria dos seus clientes são jovens estudantes, por exemplo, pode ser que uma decoração mais despojada e moderna seja atraente. Use a criatividade e certamente os resultados aparecerão.

Esteja presente na internet

Você já ouviu falar do consumidor omnichannel? Pois é esse o perfil de cliente que mais gasta nos locais onde costuma comprar. Isso inclui bares, restaurantes e redes de fast food.

Sua principal característica é buscar pelos produtos e serviços de sua preferência por múltiplas mídias e plataformas de comunicação. Sem dispensar o bom e velho telefone e a visita presencial na hora de dar seu feedback.

Um estudo da consultoria Criteo, chamado “The Shopper Story 2017”, apurou que o omnishopper, como também é chamado, gasta 44% mais do que o cliente comum, que só se comunica por um tipo de dispositivo. Portanto, para atrair esse público, é fundamental sua loja contar com um site ou, pelo menos, uma página no Facebook e perfil no Instagram.

Busque encantar os clientes

Falamos do cliente omnichannel e uma de suas características é ser bastante exigente. Seu negócio deve estar preparado não apenas para atender bem mas para encantar e proporcionar uma experiência única. Nesse aspecto, vale investir em treinamento para garçons, recepcionistas entre outros funcionários. Para que as pessoas sejam sempre recebidas com “tapete vermelho” em seu estabelecimento.

Assim como o visual atraente, um atendimento personalizado e que faça as pessoas se sentirem especiais é uma das dicas para atrair novos clientes. Coloque em prática e veja como seu faturamento aumentará de forma substancial!

Focar no cliente, acima de tudo

Por último temos a figura principal. Para trazer mais clientes para o seu estabelecimento é preciso compreendê-los. Isso significa saber para quem todos os seus esforços estão voltados, seja a partir de pesquisas para descobrir quem são essas pessoas, quais os seus hábitos.

É a partir dessas informações que sua empresa poderá focar em oferecer não apenas o que ele precisa pelo valor que elas consideram justo, mas inclusive apresentar as tendências, ou seja, algo que ele vai, no futuro, desejar.

Ofereça um atendimento de qualidade

O atendimento há muito tempo é um importante diferencial para as diversas empresas. Atendentes mal-humorados, mal-educados e despreparados são verdadeiros repelentes de consumidores. E pior: pessoas que têm experiências ruins deixam de frequentar o comércio, além de fazer propaganda negativa.

Para atrair clientes e alavancar vendas, é muito importante manter um bom relacionamento com o seu cliente. Portanto, tenha profissionais dispostos a interagir com seus clientes de maneira rápida, eficiente e que atenda às expectativas deles. Assim, conseguirá uma boa imagem junto ao mercado.

AUMENTE SUAS VENDAS MELHORANDO SEU ATENDIMENTO

Conheça bem o seu público

Não adianta sonhar: você não conseguirá vender para todas as pessoas. Empresários precisam saber que o seu negócio conta com um público-alvo específico e a melhor alternativa para alavancar as vendas é investir nessas pessoas. Para isso, é necessário conhecer muito bem quem é essa clientela.

Procure entender os hábitos de consumo deles, os canais de comunicação que utilizam, ondem buscam informações, quais suas demandas e desejos. Com isso, saberá como trabalhar a divulgação dos seus produtos e qual a melhor maneira de levar a sua marca até o seu público-alvo.

Invista em marketing digital

Sem um trabalho de divulgação consistente, dificilmente o seu negócio alcançará um grande volume de pessoas. É como diz o ditado: quem não é visto não é lembrado. Dentre as opções de marketing atual, o digital é o que representa a melhor opção para as empresas, pois tem alto poder de alcance e engajamento a um custo relativamente baixo.

Nesse sentido, é importante apostar nas redes sociais, criar seu próprio website, onde conseguirá apresentar sua empresa e, ainda, desenvolver um blog que vai te auxiliar na hora de atrair clientes por meio de conteúdos relevantes no ramo da alimentação. Um exemplo bem interessante é divulgar receitas com modos de preparo próprios > Isso não fará eles pararem de consumir no seu estabelecimento, muito pelo contrário isso fará eles desenvolverem uma maior empatia pelo fato de você estar compartilhando algo tão “íntimo” da sua empresa com o público.

Elabore um plano de ação

Para que todas as dicas listadas neste artigo deem resultados é preciso construir um plano de ação. Nele devem constar quais são os seus objetivos de divulgação, marketing e vendas e um cronograma de ações que permita alcançar essas metas. Isso orientará o seu trabalho e o fará ainda mais eficiente.

Esse planejamento se torna ainda mais poderoso quando se conhece bem o seu público-alvo e, também, o mercado em que está inserido. Assim, você conseguirá direcionar melhor as suas ações e aumentar suas possibilidades de vendas. Saiba como planejar e definir metas no nosso guia definitivo: ACESSE!

Não há como atrair clientes sem contar com um serviço único — que não só envolve o atendimento, mas também o ambiente, tudo isso voltado à boa experiência do cliente — aliado a uma cartela de produtos de qualidade e ações de marketing bem elaboradas. Então, mãos à obra!

O que achou deste artigo sobre como atrair clientes? Não deixe de deixar o seu comentário, ele é muito importante para nós! Siga os nossos perfis no Facebook, Twitter e YouTube e tenha acesso a outros conteúdos relevantes!

Leia Mais

8 razões para trabalhar com comanda eletrônica para bar!

Se você quer saber como a tecnologia pode ajudar o seu negócio a ganhar agilidade no atendimento, ao mesmo tempo em que reduz drasticamente os erros na sua cadeia de processos, precisa conhecer a comanda eletrônica para bar.

Afinal, quem já atua no ramo de bares — e até quem está planejando a abertura do seu primeiro empreendimento no setor — sabe que muito do sucesso do negócio diz respeito à capacidade de atender os clientes com qualidade e agilidade.

Acompanhe-nos ao longo deste post e conheça 5 razões para adotar essa tecnologia no seu bar!

Entenda o que é a comanda eletrônica para bar

Você se lembra daqueles botecos em que o garçom anotava os pedidos em um pedaço de papel e depois os repassava para a cozinha? Pois esse é o sistema de comandas manuais, que está com os dias contados.

Hoje, com a comanda eletrônica, o garçom faz os lançamentos por meio de um celular ou tablet, conectado diretamente ao sistema. Dessa forma, os pedidos já ficam registrados no caixa e saem automaticamente na cozinha, que providencia o seu preparo. Depois, o garçom recebe uma notificação assim que os pratos ficam prontos para a entrega ao cliente.

Essa é uma ferramenta que tem transformado a forma como os serviços são prestados em bares. Isso porque, ao integrar todos os seus processos, ela gera muito mais eficiência no atendimento e mais controle das informações, evitando atrasos e problemas de comunicação. Sem dúvida, esse é um ótimo investimento para melhorar a produtividade do seu bar e aprimorar seus resultados financeiros!

Saiba como escolher o sistema ideal

Existem atualmente diversas empresas desenvolvedoras de sistemas para o mercado de comercialização de alimentos. Por isso, é muito importante saber identificar qual é o software ideal para as suas necessidades.

A interface da ferramenta, por exemplo, é um dos fatores mais importantes nessa escolha, já que a sua utilização e o lançamento dos pedidos deve ser simples e intuitivo. Ao mesmo tempo, as informações registradas nela precisam ser confiáveis, e a comunicação entre os dispositivos devem acontecer sem problemas.

Outro ponto importante é a cobrança: o ideal é que ela possa ser feita tanto por mesas como individualmente, e de forma simples, garantindo sempre que os valores estejam corretos e que a transação de pagamento foi concluída com sucesso.

Confira 5 razões para usar a comanda eletrônica no seu bar

Como vimos, a comanda eletrônica traz inúmeras vantagens para o negócio. A seguir, falaremos das principais delas!

1. Otimiza a qualidade do atendimento

Um dos benefícios de usar a comanda eletrônica para bar é que os seus atendentes ficarão bem mais livres, uma vez que não precisarão correr para lá e para cá com bloquinhos de papel, fazendo alterações de pedidos, fechando ou reabrindo contas.

O foco nos clientes é um fator que afeta diretamente a imagem de um estabelecimento. Dessa forma, eles poderão se concentrar em oferecer ao seu cliente a melhor experiência possível.

2. Assegura a agilidade nas vendas

Quando o pedido é lançado com a comanda eletrônica, pelo celular ou tablet, ele vai instantaneamente para as impressoras, tudo por meio da sua rede Wi-Fi. Isso agiliza o tempo de o garçom ir até a cozinha, por exemplo, garantindo uma produção mais ágil — além, é claro, de uma maior satisfação do cliente, já que ele não terá que esperar tanto, nem perguntar constantemente ao garçom quanto tempo falta o pedido para sair.

3. Aumenta a receita com mais vendas

A solução eletrônica também permite que o garçom acompanhe o movimento de cada mesa em tempo real, não só vendo o que os clientes pediram, como também quanto tempo eles já estão sem pedir nada. Com esse tipo de informação, ele pode oferecer itens do cardápio de forma mais estratégica, antecipando as demandas do público e aumentando a receita.

Aumentar as vendas melhorando atendimento

4. Possibilita o controle individual

Grandes grupos de clientes costumam se atrapalhar na hora de dividir a conta, sobretudo em eventos como aniversários ou confraternizações. Porém, com uma comanda eletrônica para bar, você pode abrir uma contagem para cada pessoa na mesa, o que significa que cada um terá uma conta personalizada. Assim, evita-se o problema com o pagamento que esses grandes grupos geralmente proporcionam.

5. Reduz o erro humano

Perda de comandas (não só pelo cliente, mas também pelo garçom), alteração de pedidos, esquecimentos e outras confusões costumam causar grande dor de cabeça em um dia de casa cheia. Pois a comanda eletrônica reduz a margem de erro do seu atendimento drasticamente.

Afinal, com ela todas as informações ficam armazenadas no sistema, e podem facilmente ser acessadas de qualquer dispositivo cadastrado. Além disso, alterações e cancelamentos podem ser feitos de forma clara com um simples toque, evitando mal entendidos.

6. Ajuda a escolha do cliente

Muitas vezes, os cardápios em papel não trazem imagens ilustrativas ou informações claras sobre os ingredientes que compõem cada prato. Esse é mais um fator que pode ser corrigido com a comenda eletrônica, afetando diretamente a atratividade desses itens.

Por meio de imagens salvas no sistema, o garçom dispõe de maiores informações que agilizam o processo de escolha e esclarece diversas dúvidas. Um benefício importante, principalmente, para os clientes que têm restrições alimentares.

7. Permite o acompanhamento das etapas de preparo

A espera por um pedido é uma das principais reclamações de frequentadores de bares — menos naqueles que contam com comandas eletrônicas. Isso porque a ferramenta se baseia no controle de cada fase da preparação na cozinha, ou seja, o garçom pode consultar em qual etapa o pedido se encontra e repassar essa informação diretamente ao cliente.

Os status utilizados para designar cada fase são:

  • lançado;
  • em produção;
  • aguardando entrega;
  • entregue.

Tudo isso pode ser feito em tempo real, aprimorando o gerenciamento do negócio!

8. Ajuda a ampliar os serviços de delivery

Por fim, uma das principais tendências do ramo alimentício é a compra de refeições por meio de aplicativos ou por telefone. Então, se o seu bar deseja ampliar a operação para atender a esse segmento com qualidade, é importante contar com um sistema para o registro dos pedidos.

Assim, as vendas on-line também entram no fluxo de produção da cozinha, pois os dados podem ser repassados por meio do programa de comandas. E, como tudo está automatizado, o empreendedor tem condições de estimar os gastos de cada tipo de serviço, salão ou delivery.

Bom, como vimos, a comanda eletrônica oferece inúmeras vantagens ao seu empreendimento. Então, agora que você já sabe disso, basta implementar essa tecnologia no seu negócio e fidelizar os seus clientes com um atendimento de alta qualidade!

Gostou do nosso artigo? Se ficou interessado em conhecer mais sobre novas tendências de atendimento, aproveite para baixar o nosso e-book sobre formas de aumentar o volume de vendas por meio do atendimento!

Aumentar as vendas melhorando atendimento

Leia Mais

Descubra como criar uma cultura de inovação no seu negócio

Inovar é essencial para as empresas que desejam manterem-se competitivas no mercado. Mas muitas empresas ainda não compreendem a importância de uma cultura de inovação nem sabem como aplicá-la. Com isso, perdem a oportunidade de alavancar os seus negócios.

Quer saber mais sobre o assunto e tornar a inovação um hábito em sua empresa? Neste artigo explicaremos para você esse conceito. Além de apresentar algumas dicas de como criar uma cultura de inovação em seu negócio. Confira!

O que é cultura de inovação e por que ela é importante paras as empresas?

Antes de tudo, você sabe o que é cultura organizacional? Ela está relacionada às normas e valores de uma empresa, que moldam o comportamento dos colaboradores, de modo a atingir os objetivos organizacionais. Sendo assim, uma cultura de inovação é o tipo de cultura caracterizada por comportamentos inovadores. Para que ela seja promovida por toda equipe, deve ser um dos valores propagados pela empresa.

Você ainda deve estar se perguntando: por que minha empresa deve adotar uma cultura de inovação? O foco na inovação produz resultados que atendem às expectativas e necessidades de um negócio, gerando um bom retorno financeiro.

Isso é possível por meio de melhorias que podem ser realizadas em produtos ou serviços oferecidos aos clientes. Você também pode inovar nos processos internos para otimizar as tarefas de sua equipe. É possível, ainda, por meio de uma cultura de inovação, introduzir um produto ou serviço no mercado. Ou quem sabe, promover um ambiente de trabalho saudável e desafiador.

Com esses diferenciais, você conquista mais clientes, melhora as suas vendas e retém talentos em sua empresa. Agora vamos descobrir como criar uma cultura de inovação em seu negócio. Confira!

Como criar uma cultura de inovação no meu negócio?

Aposte em capacitação

Apostar em treinamentos é essencial para que a equipe desenvolva sua capacidade criativa e um comportamento orientado à descobertas. É por meio dos colaboradores que a inovação se tornará um hábito.

Recompense as boas ideias

A empresa também pode estimular os colaboradores a contribuir com ideias por meio de recompensas, como cursos, presentes, folgas e viagens. Isso pode gerar motivação, o que aumenta a produtividade da equipe.

Invista em tecnologia

Aproveite a tecnologia para inovar. Ela veio para contribuir com a melhoria dos processos e ajudar a empresa a acompanhar as tendências. Podem ser utilizados softwares de gestão, treinamentos EAD e assistentes virtuais nas redes e mídias sociais.

Lidere pelo exemplo

Nem sempre é fácil mudar, por isso os gestores têm que estar empenhados na adoção de uma cultura de inovação. Essa mudança deve começar por eles. Para tanto, oriente os gestores para que eles possam trabalhar a inovação entre os colaboradores.

Viu como adotar uma cultura de inovação é importante para o seu negócio? Portanto, invista nesse conceito e aproveite as nossas dicas agora mesmo. Mantenha a sua empresa competitiva no mercado!

Agora que você já sabe que a tecnologia é um dos elementos essenciais para criar uma cultura de inovação, veja quais são as principais tendências tecnológicas que seu restaurante precisa conhecer. Basta preencher o formulário para ter acesso ao nosso e-book.

Leia Mais

4 dicas para manter a higiene na cozinha do restaurante

Um dos maiores desafios em locais onde se manipula e prepara alimentos é a higiene do espaço. Ele é fundamental para controlar a contaminação por micro-organismos, fungos e bactérias, que podem provocar doenças. Mas você sabe como fazer a higiene na cozinha do restaurante de maneira correta?

Não se preocupe, pois neste artigo você verá algumas dicas para manter a sua cozinha sempre limpa e impecável. Mas antes, entenda como a higiene está relacionada com a segurança alimentar e o que a legislação brasileira fala sobre o assunto. Vamos lá?

Importância da higiene nos ambientes que manuseiam alimentos

O lugar mais importante de um restaurante é a sua cozinha, pois é o local por onde deve haver a garantia de uma experiência segura para os clientes quando se trata da alimentação.

Não existe algo mais desagradável do que um cliente se deparar com talheres sujos ou ter problemas alimentares pelo mau manuseio com os alimentos e materiais utilizados durante o preparo de uma refeição.

É nesse contexto que surge a preocupação com a segurança alimentar, que diz respeito a um conjunto de cuidados que devem ser tomados durante o transporte, armazenamento, manipulação e produção de alimentos.

Em um restaurante, a segurança alimentar está relacionada com os cuidados para armazenar e manipular os elementos, bem como o cuidado com a limpeza do espaço e dos utensílios para garantir que o espaço esteja livre de possíveis contaminantes que podem prejudicar a saúde dos clientes e da própria equipe.

A higiene dos restaurantes e a legislação brasileira

Para assegurar que a higienização das cozinhas profissionais seja feita de maneira correta, a ANVISA publicou a RDC nº216, que regula as normas de boas práticas para os estabelecimentos que prestam serviços de alimentação.

A resolução prevê a aplicação de Boas Práticas de Aplicação (BPF) para garantir as condições higiênico-sanitárias na área de alimentos, conforme três processos, a saber:

  • limpeza — remoção de substâncias minerais ou orgânicas indesejáveis, como poeiras, terra e outras sujeiras;
  • descontaminação — redução ou eliminação de agentes químicos e biológicos;
  • desinfecção — redução ou eliminação de micro-organismos.

Nesses processos de higiene na cozinha de restaurante, você e sua equipe devem levar em consideração os produtos de limpeza, a execução da limpeza e a higiene dos próprios colaboradores.

Dicas de higiene na cozinha do restaurante

1. Inspecione os equipamentos

Os equipamentos da cozinha, como geladeiras, fogões e freezers devem estar funcionando corretamente e a limpeza deles deve ser feita regularmente com produtos específicos. Não se esqueça de verificar se todos os cantos dos aparelhos estão devidamente limpos.

2. Faça manutenções e limpeza de rotina

Manter a limpeza da cozinha do restaurante é uma tarefa rotineira. Por isso, monte um checklist dos planos diários, semanais e mensais de limpeza. Por exemplo, a limpeza pesada pode ser realizada uma vez por semana.

Já o fogão e a bancada devem ser desinfetados pelo menos uma vez ao dia. Todos os utensílios da cozinha devem ser lavados com água quente e sabão após cada utilização. Depois armazenados em locais livres de poeira e gordura.

3. Organize o lixo

O lixo deve ser descartado de maneira correta. Para tanto, você pode colocar lixeiras destinadas para cada tipo de lixo. O lixo produzido deve ser removido pelo menos duas vezes por dia e as lixeiras devem sempre estar vazias ao final de cada dia de trabalho.

Elas devem ter tampa e pedal para evitar o contato direto. Sua limpeza deve ser feita com água e sabão.

4. Atente-se às normas

A Vigilância Sanitária é órgão responsável pela fiscalização dos estabelecimentos que comercializam alimentos. Se o seu restaurante não seguir as recomendações contidas nas normas federal e municipal, pode ser multado.

Em casos mais graves, o local pode ser interditado e perder a licença de funcionamento. Portanto, é importante segui-las corretamente.

No mais, fiquem atentos aos produtos específicos para manter a higiene na cozinha do restaurante e treine os colaboradores para seguir as recomendações sanitárias. Seguindo estas dicas você já está preparado para manter a cozinha do seu estabelecimento mais limpa e organizada.

Quer saber mais sobre as normas da legislação? Confira nosso artigo sobre Vigilância Sanitária: como estar em dia com a fiscalização?

Leia Mais

Confira as melhores práticas para gestão de estoque de alimentos

Quando se fala em gestão de estoque de alimentos, o assunto é sério. Não só para você, mas também para o seu consumidor. Afinal, quando você não armazena produtos perecíveis de forma adequada, corre o risco de comprometer a qualidade das mercadorias. Assim, gerando desperdício e prejuízos para o seu negócio.

Além disso, a gestão de estoque é essencial para manter o ambiente organizado. Auxilia a identificar a necessidade de reposição e evitar o esquecimento de produtos, não gerando a perda do prazo de validade. Por isso que é tão importante entender quais são as melhores práticas. Pois com elas você entenderá que a gestão de estoque de alimentos garante a lucratividade da sua empresa.

Quer saber quais são elas? Continue a leitura e descubra!

Mantenha o ambiente limpo

Em primeiro lugar, para garantir a conservação dos alimentos armazenados em estoque, é essencial que você mantenha o ambiente limpo. Portanto, crie uma rotina de higienização do seu espaço de forma a garantir a eliminação de qualquer tipo de sujeira, restos de alimentos, poeira, entre outros.

Também é importante investir em um serviço de dedetização para evitar a presença de animais que são atraídos pelo cheiro dos produtos.

Controle a entrada e saída de produtos

Para garantir uma gestão de estoque de qualidade é importante controlar a entrada e saída de produtos do seu estoque. Para isso, crie um mecanismo, utilizando planilhas ou softwares, para registrar todas as vezes que um produto for adquirido ou retirado do local de armazenamento. Além disso, faça inventários periodicamente para conferir se as informações armazenadas no sistema são coerentes com a realidade.

Dessa forma, você tem acesso a informações sobre a quantidade e data de validade de cada uma das mercadorias em estoque. Além disso, é capaz de analisar a saída de cada produto e a necessidade de reposição.

Organize de acordo com o prazo de validade

Controlar o prazo de validade é um dos processos mais importantes de uma gestão de estoque de alimentos eficiente. Isso porque, caso contrário, pode ocorrer o esquecimento de mercadorias e perda devido ao vencimento dos produtos.

Portanto, organize de acordo com o prazo de validade, garantindo que o primeiro produto a ser retirado sempre será o mais antigo. Para isso, você pode repor as mercadorias em estoque sempre privilegiando aquelas que já estavam armazenadas, deixando os produtos novos ao fundo.

Invista em tecnologia

A tecnologia é uma grande aliada de uma gestão de estoque eficiente. Isso porque existem softwares capazes de facilitar todas as fases desse processo. Desde o controle da entrada e saída de mercadorias, pedidos de fornecedores até a visualização do prazo de validade.

Portanto, pesquise sobre essas ferramentas tecnológicas e descubra qual a mais adequada para a sua empresa e suas necessidades. Invista nesse tipo de equipamento para garantir uma gestão de estoque de alimentos eficiente.

Realizar uma gestão de estoque de alimentos de qualidade é essencial para evitar perdas. Garantir a qualidade dos produtos e potencializar os lucros da sua empresa. Com essas dicas, você está pronto para melhorar a qualidade desse processo. Assim garantindo os melhores resultados para o seu negócio como um todo!

Aproveite e entre em contato com a KCMS agora mesmo e descubra todas as soluções em gestão de estoque que temos para a sua empresa!

Leia Mais

4 ferramentas no combate contra a inadimplência no varejo

Temos que admitir: não é fácil combater a inadimplência no varejo. São vários os fatores que levam muitos clientes a não cumprirem os seus compromissos. Entre eles estão a falta de planejamento financeiro, vários parcelamentos feitos e imprevistos como a perda do emprego.

Todas essas questões deixam muitos empresários preocupados. Se esse é o seu caso, fique tranquilo: explicaremos algumas ferramentas que ajudam a resolver o problema e destacaremos a importância de contar com uma empresa especialista em combater a inadimplência. Continue lendo!

Quais são as tecnologias que ajudam a resolver o problema?

Existem vários recursos que são usados com o objetivo de diminuir o número de consumidores que não pagam ou atrasam o pagamento de um produto ou serviço. Eles têm as vantagens de simplificar processos e, assim, facilitar a vida do empresário e do cliente. Veja abaixo as principais ferramentas utilizadas:

1. Sistemas de gestão

Os sistemas de gestão, como os ERPs (Enterprise Resource Planning ou Sistema Integrado de Gestão Empresarial) automatizam e integram vários setores do negócio em apenas um local. Eles podem ser, por exemplo, atividades relacionadas a vendas, compras, logística, recursos humanos etc.

Com apenas poucos cliques, é possível saber como estão as contas a pagar e a receber. Dessa forma, fica fácil observar os clientes que são inadimplentes e saber quais são os compromissos que estão atrasados.

2. Canais de comunicação com o consumidor

Entre as principais formas de comunicação estão o e-mail, mensagens telefone, chat e redes sociais. Eles podem ser usados para esclarecer dúvidas dos clientes ou lembrá-los de fazer uma ação.

Você pode, por exemplo, enviar a conta ao cliente por e-mail (assim ele não dependerá que ela chegue na sua casa por meio de correspondências) e lembrá-lo por mensagem sobre o prazo de alguma mensalidade que precisa ser paga.

Ainda existem alguns sites e aplicativos que possibilitam a negociação de dívidas online. Nesses locais, o cliente entra em contato diretamente com você para buscar um acordo e quitar a despesa de maneira prática, rápida e sem burocracia.

3. Antecipação de cobranças

Elas ajudam os consumidores a lembrar do pagamento da fatura. Você escolhe  os canais que deseja enviar o lembrete (se vai ser por e-mail ou mensagem) e o período (se será com 2 ou 4 dias de antecedência, por exemplo).

Caso o pagamento não seja feito, deve-se pensar em outras ações. A sua empresa pode optar pelo protesto do título ou suspender o serviço.

4. Automação comercial

O sistema de automação comercial permite que a sua empresa consulte o CPF do cliente de forma rápida e descubra se ele tem nome sujo no SPC (Serviço de Proteção ao Crédito) ou Serasa. Eles também ajudam a criar um banco de dados dos consumidores, possibilitando um melhor relacionamento com eles.

Essa ferramenta não garante o pagamento das contas, mas permite que você analise o histórico de cada cliente. Essas informações são úteis para avaliar as condições em que deseja vender algum produto (se é melhor, por exemplo, fazer a venda à vista ou a prazo). Isso ajuda o seu negócio a se proteger de possíveis calotes.

Qual é a importância de contar com empresas especializadas?

As empresas especialistas na área contam com profissionais capacitados para lidar com situações de inadimplência. Eles podem orientar o seu negócio sobre as melhores ações a serem tomadas para combater os calotes e não ter mais pendências em relação às contas a receber.

A inadimplência não é nada agradável para o varejo, pois com ela se torna impossível saber quais serão as receitas em um determinado período. Essa situação pode acarretar em consequências graves, como demissão de funcionários e até o fechamento da companhia.

Esse post sobre as maneiras de combater a inadimplência no varejo foi útil para você? Está interessado em implementar essas ferramentas no seu negócio? Entre em contato com a gente!

Veja também

Guia completo da automação comercial

Leia Mais

Saiba como ampliar a experiência do cliente no seu estabelecimento

Você já ouviu falar em experiência do cliente? Ela tem sido uma das maneiras mais eficazes para atrair mais clientes, uma vez que as empresas que criam experiências únicas e inesquecíveis para os consumidores podem se diferenciar da concorrência.

Isso acontece porque as empresas perceberam que a relação que elas estabelecem com os clientes são tão importantes quanto os produtos ou serviços que elas oferecem.

Quer saber como a experiência do cliente pode ajudar no seu negócio? Então, continue acompanhando nosso artigo.

O que é experiência do cliente e por que ela é importante?

Experiência do cliente ou customer experience, em inglês, refere-se à percepção gerada para o cliente a partir de cada interação que ele tem com a empresa. Assim sendo, essa interação pode ser desde um atendimento pelo telefone ou redes sociais até o contato direto em um restaurante.

Por conta disso a empresa deve adotar o conceito de experiência com o cliente em todos os seus setores e departamentos. Só assim será possível estabelecer uma boa relação, que levará à lealdade do cliente à marca.

Quando os clientes estão satisfeitos com o atendimento eles tendem a recomendar seus produtos e serviços aos conhecidos. Também compram mais e com mais frequência em seu estabelecimento.

Além do mais os clientes são mais tolerantes diante de erros e equívocos e sempre fornecem feedbacks que permitem a melhoria constante do seu negócio. Bem como ocorre o fortalecimento da sua marca no mercado e um aumento no seu faturamento.

Como melhorar a experiência do cliente no seu estabelecimento?

Demonstre responsabilidade e compromisso

Os clientes tendem a não frequentar novamente um estabelecimento quando a experiência é negativa, como a entrega errada de pratos, atrasos nos atendimentos e ignorar o cliente. Por isso, procure resolver os problemas da melhor forma possível e sempre seja responsável com o compromisso assumido.

Conheça o seu cliente

Deixar de entender as necessidades dos clientes é um dos maiores erros que as empresas têm cometido. O resultado disso é um cliente irritado e insatisfeito. Para evitar que isso ocorra, compreenda o que importa para os seus clientes e surpreenda-os.

Peça feedbacks

Sua empresa está causando o impacto positivo que imagina? Você só saberá se pedir feedbacks para seus clientes. Por isso, é fundamental disponibilizar canais de comunicação para que eles façam críticas e elogios ao seu atendimento. Lembre-se de oferecer soluções aos problemas apresentados!

Automatize processos

Existem diversas formas de automatizar os processos de modo a melhorar a experiência do cliente. Por exemplo, você pode integrar os canais de comunicação com o conceito omnichannel. Também pode utilizar software de gestão para varejo, software de PDV, software de display de cozinha e garçom eletrônico.

Tenha uma equipe treinada

Ter uma equipe despreparada pode ser um dos maiores problemas de uma empresa. Essa falta de preparo pode estar relacionada a falta de conhecimento sobre os produtos ou serviços e ainda procedimentos da empresa. Isso pode deixar o cliente inseguro para comprar. Por isso, conte com uma equipe treinada.

Como vimos neste conteúdo a experiência do cliente é fundamental para garantir o sucesso do seu negócio. Coloque em prática as nossas dicas para oferecer uma boa experiência e conquistar ótimos resultados.

Quer saber mais como o feedback do seu cliente pode ajudar a melhorar a sua empresa? Então confira nosso artigo sobre feedback de cliente: qual a importância e como recebê-lo!

Leia Mais

Veja os indicadores que sua empresa precisa acompanhar

Acompanhar os resultados é uma das principais atividades desempenhadas pelos gestores em uma organização. Com a ajuda dos KPIs (Key Performance Indicators) ou indicadores chave de performance, em português, é possível medir o desempenho organizacional, identificar falhas nos processos e descobrir oportunidades de melhorias.

O problema é que, muitas vezes, os gestores não sabem exatamente o que medir e acabam se perdendo diante de tantos dados. Para economizar tempo, o primeiro passo será compreender os objetivos da empresa. Assim, você consegue saber quais informações serão mais importantes de serem obtidas na medição.

Pensando nisso, desenvolvemos um post com algumas dicas de gestão baseadas nos principais indicadores de performance utilizados pelas grandes empresas do mundo todo. Confira!

1. Indicadores de produtividade

Os indicadores de produtividade são comumente utilizados para medir o volume atual de produção gerado por máquina/colaborador. Considerando o tempo para a execução do processo completo ou das etapas envolvidas nele.

Ele é um importante indicador de desperdícios de recursos e ajuda os gestores a encontrarem soluções de otimização no setor.

2. Indicadores de qualidade

Em parceria com os indicadores de produtividade, os indicadores de qualidade medem o resultado final da produção. Não só de um produto, como também de um serviço. O seu estado é avaliado para que a entrega atenda às exigências do mercado em relação às funcionalidades, à durabilidade e a outros quesitos que devem ser cumpridos.

O número de avarias, por exemplo, é um indicador que pode representar se a produção está satisfatória ou com desvios além do aceitável. Esse indicador pode ajudar a empresa a construir uma boa imagem e a ganhar um diferencial competitivo forte diante da concorrência.

3. Indicadores de capacidade

Se a sua empresa possui um plano de desenvolvimento sustentável, aqui vai uma das principais dicas de gestão. Use um indicador de capacidade para saber se o nível de produção atual tem espaço e condições para crescer ao longo do tempo.

Um exemplo é medir quantos produtos ou serviços são entregues por um determinado período de tempo pelas máquinas e/ou colaboradores considerando o potencial máximo que podem atingir.

4. Indicadores estratégicos

Os indicadores estratégicos são capazes de medir o estado atual da empresa comparado com o planejamento feito inicialmente. Ou seja, eles demonstram se os objetivos traçados serão alcançados antes ou depois do planejado. Mas também não é só isso, eles apresentam se a situação atual representa o que realmente deveria ser.

Esses indicadores são muito importantes não apenas para corrigir desvios nas estratégias, mas também para manter o negócio no rumo do crescimento.

5. Indicadores financeiros

A saúde financeira da empresa é um dos quesitos mais importantes que os gestores devem avaliar. Já que, sem recursos, o funcionamento do negócio pode ficar comprometido. Veja os principais indicadores financeiros que os gestores precisam utilizar:

  • Taxa de lucratividade;
  • Valor do ticket médio por cliente;
  • Taxa de inadimplência dos clientes;
  • Nível de endividamento da empresa.

Todos esses indicadores utilizados conjuntamente tem como consequência aumentar o potencial de gestão do negócio. Porém, é necessário contar com uma ferramenta de apoio como um software de gestão. Um software de gestão não só auxilia o gestor a agregar mais eficiência operacional, como também ajuda na estratégia por meio da automatização de tarefas.

Além da economia de tempo, um software de gestão pode também, fornecer informações mais precisas e ajudar o gestor a direcionar o foco dos esforços para onde realmente é necessário.

Com esse conhecimento, você vai conseguir gerir melhor a sua empresa e poderá expandir o negócio com as finanças equilibradas. É o que você deseja? Se a sua resposta é sim, acompanhe este e-book e confira as dicas que preparamos:

Principais indicadores financeiros que você precisa acompanhar

Como está medindo os resultados da sua empresa hoje? Conta para a gente nos comentários!

Leia Mais

8 dicas para criar um atendimento espetacular e fidelizar clientes

Existem inúmeras empresas oferecendo os mesmos produtos e serviços no mercado e as comparações são inevitáveis: as ofertas estão cada vez mais parecidas, seja em design, qualidade ou aparência. Assim, o caminho da diferenciação encontrou seu lugar estratégico no atendimento. Conquistar e fidelizar clientes se tornou o principal desafio desse setor.

O que vai fazer com que as sensações e expectativas dos clientes sejam correspondidas, frustradas ou superadas, é a forma como eles serão recepcionados, tratados e auxiliados durante o processo de compra. Nesse sentido, trazemos algumas dicas sobre como fazer um atendimento de excelência para melhorar os resultados da sua empresa. Confira!

1. Valorize a sua equipe de trabalho

Para atender clientes de forma eficaz, os funcionários precisam se sentir bem em trabalhar na sua empresa. Por isso, valorize-os de diversas formas.

Por exemplo, faça um plano de cargos e salários, ofereça comissões, brindes, festas, eventos, encontros etc. Promova treinamentos e capacitações periódicas. Além disso, estimule a integração com outros setores, como marketing e compras, além do departamento de logística e entregas, por exemplo.

Essas medidas permitirão um trabalho mais coeso, em que as premiações podem ser divididas por todos. Instaurando um clima de cooperação entre setores e os membros do time.

2. Invista em tecnologia para atendimento ao cliente

Você vai melhorar o seu atendimento ao cliente ao investir em ferramentas que ajudem nesse processo. Por exemplo, o uso de um software de gestão auxiliará no controle de todas as informações do estabelecimento. Passando do estoque ao fechamento com a finalidade de proporcionar mais agilidade e eficiência no atendimento ao cliente.

Também é possível integrar outras informações importantes, como ticket médio e preferências de compra, entre muitos outros dados.

A partir disso, haverá maior disponibilidade para a equipe sobre o que realmente interessa ao seu público: um bom atendimento. Não é mais necessário perder tempo com retrabalhos, já que a tecnologia apoia o dia a dia do time. Entra nesse cenário também o pós-venda, oferecendo soluções que, de fato, agregarão valor e trarão melhores resultados.

Outras formas de interação também são válidas, como redes sociais, e-mail e chat online. Tais medidas otimizam o tempo da equipe e aumentam as chances de fidelizar clientes.

3. Ofereça soluções ágeis para fidelizar clientes

Na hora do atendimento, busque a objetividade para resolver problemas. Afinal, trazer soluções rápidas e de alto valor agregado transforma uma simples venda em uma tarefa de consultoria que conquistará a confiança do seu público.

Por isso, mantenha todas as informações sempre à mão na hora de atender cada cliente. Desempenhe bem o papel de ouvir as necessidades do seu consumidor, seja rápido ao dar retorno a um chamado, por exemplo. Qualquer solicitação deve ser respondida prontamente.

É claro que, em alguns casos, a resposta concreta requer algum tempo a mais. Quando isso acontecer, avise e justifique ao cliente o porquê desse tempo e mantenha contatos regulares até a resposta definitiva.

4. Dê feedbacks à sua equipe

Para aumentar o engajamento da sua equipe, forneça feedbacks periódicos. Assim, informando para seus funcionários como eles estão trabalhando, não só o que está bom, mas também, o que precisa ser melhorado. Nesse momento, ressalte os resultados positivos, oferecendo as premiações de que já falamos, sempre que possível.

Nada melhor para fidelizar clientes do que um time de atendimento motivado com o trabalho. Isso se reflete em produtividade, o que aumenta o envolvimento dos colaboradores e, como consequência, traz um clima organizacional que contagiará os contatos diários com o público.

5. Cultive o relacionamento com o cliente

Hoje, com a concorrência crescente, oferecendo as mais variadas opções de serviços e produtos, nenhuma empresa deveria ignorar que a fidelidade de seus clientes é o passaporte para a sua sobrevivência futura. Para conquistá-la, é imprescindível investir na qualidade do relacionamento, construindo com cada consumidor um vínculo sólido, capaz de sustentar uma relação duradoura.

Por isso, sempre procure recompensar o cliente pela sua fidelidade, proporcionando uma vantagem inesperada, um desconto especial ou um produto de brinde. Mas não se esqueça: em qualquer relacionamento humano, a fidelidade se conquista no longo prazo, por meio de atitudes que transmitam atenção, carinho, confiança, respeito e cuidado!

6. Ofereça soluções personalizadas

O bom atendimento deve trazer em sua raiz o princípio de ajudar o cliente a descobrir o que ele quer e precisa, buscando sempre uma solução personalizada para sua necessidade ou problema. Ao demonstrar interesse genuíno pelas motivações, desejos e interesses das pessoas, fica clara a intenção de não apenas vender, mas sim, contribuir para a melhor decisão de compra possível.

Para influenciar positivamente a escolha do cliente, deve-se reforçar sempre as suas razões, ser franco, honesto e vender algo que ele usará. Nada de falsos elogios: antes de pensar na comissão, mentalize a satisfação proporcionada pelo produto certo. Procure sanar todas as dúvidas e ser paciente para transmitir e inspirar confiança. É fundamental valorizar o dinheiro do cliente e procurar sempre se colocar em seu lugar.

7. Use meios de comunicação para ajudar o cliente

Com o advento dos blogs e redes sociais na internet, frequentemente surge um novo canal de relacionamento com ótimas perspectivas de se realizar negócios. Escolha aquelas comunidades que tenham alguma afinidade com seu ramo de atividade e utilize-as para prestar um serviço relevante.

Assim, ofereça artigos interessantes, como uma videoaula, tutoriais de uso dos produtos, depoimentos de usuários, entre outras informações úteis. Ouça o que suas conexões estão dizendo, aproveite para tirar dúvidas e conhecê-las melhor. Um canal de comunicação eficiente transmite credibilidade e atrai o cliente pela conveniência.

Lembre-se de que a equipe das redes sociais precisa de autonomia criativa, pois as interações com os consumidores devem ser personalizadas para gerar credibilidade e engajamento aos perfis oficiais da marca.

8. Estimule a autonomia dos funcionários

Nunca diga para um cliente que você não pode fazer nada, ou que determinado problema não é seu. Você sempre pode fazer alguma coisa. O cliente não deseja, não quer e não precisa ouvir uma frase como esta. O problema é do seu departamento, da sua empresa ou da sua organização. Então, o problema sempre é seu.

Estimule essa mentalidade nos seus funcionários e garanta autonomia para que eles possam tomar decisões flexíveis e efetivas. Empodere a equipe e todos se sentirão responsáveis pelo sucesso da empresa — desde que eles sintam que estão colhendo os frutos junto com você. Não adianta pedir colaboração se as pessoas se sentem exploradas. Faça sua parte!

As medidas para um atendimento espetacular aumentam o número de vendas em sua base de contatos, trazendo-os cada vez mais para perto. Dessa forma, sua companhia terá muito sucesso para manter os clientes atuais e também conquistar novos, principalmente pela boa e velha propaganda boca a boca.

O que você vem fazendo em sua empresa para fidelizar clientes? Quer mais dicas sobre como proporcionar uma experiência de compra incrível? Então baixe o e-book e descubra como aumentar suas vendas melhorando seu atendimento!

Aumente suas vendas melhorando seu atendimento

Leia Mais