12 dicas de como aumentar as vendas em uma lanchonete

O setor de alimentação é um dos mais competitivos do mercado — afinal, não faltam ideias de promoções para lanchonetes, que logo se tornam opções diversificadas e atrativas para o consumidor. Para se destacar nesse ramo, o empreendedor precisa ser capaz de saber o que vender em uma lanchonete e ter atenção a pontos importantes do negócio, que farão com que seu estabelecimento aumente as vendas e alcance bons resultados.

Em todo empreendimento, um bom planejamento faz toda a diferença e ajuda a simplificar os processos de trabalho. Pensando nisso, listamos algumas dicas para lanchonete que, com certeza, aumentarão as suas vendas. Ficou curioso? Continue acompanhando este artigo!

Aproveite também para assistir ao vídeo acima e conhecer a história da pastelaria Tammy. Veja como essa empresa conseguiu aprimorar a gestão do negócio e controlar e escalar a produção.

Quais ideias de promoções para lanchonetes podem ser um diferencial?

Obter um volume significativo de vendas e conquistar a confiança do consumidor são resultados que podem ser alcançados por meio de diversas táticas, desde a qualidade dos produtos até a forma de atendimento.

Portanto, o empreendedor deve dedicar tempo para identificar quais estratégias são compatíveis com o seu público e têm impacto positivo. Confira 12 dicas para aumentar suas vendas!

Aproveite também para assistir ao vídeo acima e conhecer a história da pastelaria Tammy e veja como essa empresa conseguiu aprimorar a gestão do negócio e controlar e escalar a produção.

1. Conheça o seu público

O empreendedor deve ser capaz conhecer o seu público-alvo por meio de pesquisas de mercado. A partir disso, é possível realizar o mapeamento e a identificação de quais produtos requerem investimento e, até mesmo, montar o cardápio mais atrativo para o seu estabelecimento. Em resumo: é preciso saber o que vender em uma lanchonete.

Para isso, é preciso conhecer bem o perfil do seu cliente e levar em consideração:

  • a sua idade e gênero;
  • as suas preferências;
  • o seu modo de vida;
  • os seus interesses;
  • o seu poder aquisitivo;
  • e o seu local de residência.

Há, também, outras questões importantes na hora de definir a identidade do seu negócio. Um bom estudo sobre a região na qual a sua lanchonete está localizada também é essencial para obter resultados consistentes.

Pense um pouquinho: a área da lanchonete é comercial ou residencial? A resposta dessa pergunta influencia principalmente no cardápio. Se for um local muito frequentado por famílias, pode ser interessante ofertar um menu kids, para citar apenas um exemplo.

Então, não economize em pesquisas. Elas são o pontapé inicial para o seu planejamento. Se você não souber onde está e quem é o seu cliente, as chances de o seu negócio darem errado são muito grandes.

2. Ofereça um bom atendimento

Fato: se o cliente for mal atendido, não voltará. Para evitar problemas desse tipo, uma equipe treinada e bem equipada faz toda a diferença. Em conjunto com o ambiente limpo e adequado, o atendimento é a primeira impressão que o cliente terá do seu estabelecimento.

Invista em treinamentos voltados para as atividades que a sua equipe executa e, assim, esteja sempre seguro na hora de atender ou resolver qualquer problema que o cliente apresente. A agilidade no atendimento também conta como ponto positivo.

Para apoiar esse processo, você poderá investir em softwares de gestão disponíveis no mercado, que integram os pedidos e o fechamento da conta com o detalhamento tributário e fiscal. Eles ainda o ajudarão no controle de estoque. Uma mão na roda tanto para o atendente quanto para o dono do estabelecimento. Quem sai ganhando é o cliente, que é mais bem atendido, e também você, que terá fidelizado mais um consumidor.

3. Invista em promoções

Sabemos que há dias mais e menos movimentados nas lanchonetes, influenciados por inúmeros fatores externos. Para atrair clientes nos dias de menor movimento, invista em promoções pontuais.

Ofereça produtos diferenciados para cada dia da semana, com preço inferior ao que costuma praticar. Além de atrair o cliente pelo valor mais baixo, isso possibilita que ele conheça o seu cardápio diário. Os combos também são ótimas dicas para lanchonetes: “peça esse e leve também aquele”.

Independentemente da opção que escolher, é importante manter a equipe sempre informada das promoções do dia, assim como o cliente. Você pode ter um cardápio diferenciado para os dias de promoções ou, ainda, investir em cardápios digitais, que possibilitam alterações diárias, destacando ou sugerindo determinado produto para o cliente. É uma comodidade para quem escolhe, mas também um recurso para aumentar sua eficiência.

Nosso CEO, Kerler Chaves, inclusive gravou um vídeo explicando como você pode fazer promoções sem prejuízo.  Confira!

4. Pesquise a concorrência

No ramo gastronômico, a concorrência é muito grande, seja direta ou indireta. Afinal, além daqueles estabelecimentos que servem o mesmo tipo de comida que o seu, ainda existem aqueles que oferecem outras opções, mas que também são lanchonetes. Ou seja, indiretamente concorrem com você.

Para se diferenciar e encontrar o seu espaço nesse meio, você precisa, primeiro, conhecer os outros estabelecimentos e saber o que eles estão fazendo. Qual o cardápio desses locais? Como é o ambiente? Qual a faixa de preço praticada nas outras lanchonetes? Elas apresentam algum diferencial?

As respostas a esses questionamentos vão ajudá-lo a definir o seu posicionamento e o seu planejamento. A ideia não é copiar o que eles estão fazendo, mas conseguir fazer melhor e, assim, diferenciar-se deles.

5. Fidelize seu cliente

Cativar seu cliente encurta, e muito, o caminho para que ele se torne fiel. E um consumidor satisfeito atrai mais facilmente outros clientes, especialmente em uma época em que o marketing boca a boca e as redes sociais estão tão em alta. Com isso, você acaba até economizando com investimento em publicidade, pois a indicação de um conhecido conta muito na hora de escolher um estabelecimento.

Então, você deve estar se perguntando: “como fidelizar meu cliente?”. Alguns fatores são imprescindíveis, como o bom atendimento, a limpeza do local, um ambiente agradável e um produto de qualidade elevada. Tudo isso faz com que as pessoas queiram voltar e ainda indiquem sua lanchonete para amigos e familiares.

Além disso, você pode investir em um “programa de fidelidade” e distribuir cortesias para seus clientes (por meio de pontos ou número de pedidos, por exemplo). Mas não deixe de treinar e comunicar todos os colaboradores para que estejam informados sobre o programa em vigor no período.

Todo zelo é necessário, pois também há o outro lado da moeda: nos dias de hoje, qualquer reclamação ou insatisfação por parte do cliente vai para a internet e pode tomar dimensões enormes para sua marca. Você não quer isso, não é?

6. Atenda em dias e horários diferenciados

Um bom recurso para aumentar as vendas na sua lanchonete é abrir em dias ou em horários em que a maioria está de portas fechadas. Essa estratégia visa atrair novos clientes que consumiriam na concorrência.

Talvez nas segundas-feiras o movimento seja fraco e, por isso, nenhuma lanchonete da cidade esteja aberta. Que tal passar a atender nesse dia? Se você for a única opção, acabará conquistando muitos clientes. Por isso, é preciso pensar fora da caixa e entender que nem sempre o que funciona para os outros funcionará para você.

Se o seu estabelecimento serve apenas o jantar, estenda o atendimento para que passe a servir também opções para o almoço, por exemplo. Essa é uma das dicas para lanchonete com grande potencial para aumentar as suas vendas!

7. Monte um cardápio de qualidade

Cada vez mais as pessoas querem ter experiências diferenciadas, e isso serve também para o ramo gastronômico. A tendência de “gourmetização” atingiu em cheio esse setor.

Por isso, preocupe-se em montar um cardápio de qualidade e que tenha opções para todos os gostos. Hoje, os públicos vegetariano e vegano, por exemplo, são bem grandes. Que tal ter lanches para essas pessoas?

Mas não esqueça: além de ter um cardápio bem variado, com uma grande quantidade de opções, tenha foco total na qualidade dos produtos. Faça tudo com ingredientes de primeira linha e bons fornecedores. Isso é o que o diferenciará de verdade da concorrência. Atendimento e ambiente são importantes, mas o sabor do lanche ainda vem em primeiro lugar.

8. Tenha um carro-chefe

Escolha um produto que será a especialidade do seu estabelecimento e certifique-se de que ele realmente é um ótimo produto. Pode ser uma receita de família, por exemplo.

Ao escolher o item que fará este papel, coloque-o em destaque no cardápio e instrua sua equipe a oferecê-lo como a “melhor opção da região”. Aos poucos, ele vai se tornando uma referência servida com exclusividade em seu estabelecimento. Certamente novos clientes virão, indicados por antigos clientes, para provar o tão falado prato.

Tente pensar nas vezes em que fez isso por conta de determinado produto. Quantas vezes frequentou determinado restaurante porque servia o “melhor empanado” da região, e pense também na sua satisfação em saborear aquele alimento. É isso que deve ser feito aqui. Os clientes devem sentir vontade de consumir o seu “produto referência”.

9. Invista em marketing

Se você já fez tudo isso, precisa comunicar da melhor forma possível. Por isso, as empresas — até mesmo as de pequeno porte —, encaram as atividades de marketing e de publicidade como um investimento, não como gasto. Tenha uma identidade visual bonita, uma fachada atraente e invista também em estratégias de comunicação diferenciadas.

Hoje é fundamental estar presente nas redes sociais, como Facebook e Instagram. Nesses canais, uma dica bastante funcional é o cuidado com as fotos e a criação de montagens atrativas e bonitas dos seus produtos. Elas têm ótimo resultado, já que costumam engajar os consumidores, deixando-os com fome e vontade de consumir o seu lanche.

10. Ofereça o serviço de delivery

Embora o setor de alimentação fora de casa seja considerado estável e rentável, mesmo em períodos de crise, é fundamental oferecer serviços adicionais. Uma das comodidades mais buscadas é o serviço de entrega em casa dos pedidos de lanche e refeições.

Essa é uma alternativa com grande retorno, pois cada pedido é acrescido de uma tarifa fixa que serve para ratear os custos. Além disso, existem estratégias que incentivam o aumento de consumo, como as promoções que fornecem entregas gratuitas para pedidos acima de um valor estipulado pelo estabelecimento.

Se você ainda tem dúvidas se essa estratégia vale a pena, nós recomendamos a realização de um teste em pequena escala. Contrate apenas um ou dois entregadores que atuem na região próxima à lanchonete.

11. Amplie os canais de comunicação

No mundo atual, os estabelecimentos comerciais que dependem de um telefone para que os clientes possam ligar e realizar os seus pedidos podem perder vendas. Isso acontece porque é muito mais cômodo e ágil enviar uma mensagem para registrar um pedido ou fazer toda a encomenda por meio de um aplicativo de pedido de comida.

Portanto, a sua empresa deve estar atenta a esse tipo de tendência para não perder oportunidades de negócio. É importante ressaltar que, quando as vendas ocorrem pela internet, essa é uma segunda operação que a empresa deve ser capaz de manter. Assim, é fundamental organizar as atividades para garantir, também, a qualidade do atendimento no local.

Por isso, a possibilidade de múltiplos canais de comunicação, incluindo as redes sociais, apenas ajudam a construir uma imagem positiva perante o mercado.

12. Crie programas de indicação

O marketing de indicação é apenas mais uma das vertentes do famoso marketing boca a boca. Essa é uma estratégia antiga que determina que um cliente satisfeito vai expressar opiniões positivas sobre o seu estabelecimento no seu círculo social. Porém, mesmo com boas avaliações, não é garantido que os amigos e familiares vão frequentar a sua lanchonete.

Por isso, as táticas mais modernas passaram a adotar uma nova inspiração em uma fórmula antiga. Não é à toa que os modelos de programa de indicação que conhecemos hoje oferecem incentivos e benefícios para ajudar a disseminar a imagem do negócio.

Uma das práticas mais comuns envolve o compartilhamento de cupons de desconto, na qual o cliente já fidelizado envia o cupom ou código para seus amigos e, em contrapartida, ambos recebem descontos ou aproveitam preços promocionais.

Se o seu objetivo é expandir a imagem do seu negócio e conquistar novos clientes, é fundamental estar aberto a ideias de promoções para lanchonetes — sem esquecer, é claro, de saber exatamente o que vender em uma lanchonete.

Certamente, alcançar o objetivo de aumentar as vendas do seu estabelecimento é um esforço conjunto que requer muita dedicação e foco de todos os envolvidos. Contudo, o cliente e a sua experiência dentro da lanchonete devem ser os principais elementos da gestão da empresa.

Por fim, recomendamos que você avalie cuidadosamente as dicas descritas aqui e coloque-as em prática para que você comece a obter resultados positivos mais rápido do que imaginava.

Se você tem interesse em conhecer as nossas soluções para gestão de estabelecimentos comerciais e como podemos ajudar com boas ideias de promoções para lanchonetes, entre em contato conosco. Acesse o nosso site e conheça as nossas soluções.

AUMENTE AS VENDAS MELHORANDO O ATENDIMENTO
Instagram para restaurantes