Estoque em dia: estratégias para acabar com produtos próximos ao vencimento

O estoque é o coração do restaurante, pois é lá que está armazenada toda a matéria prima e produtos que serão utilizados no preparo das refeições. Por isso a gestão do estoque deve ser inteligente e muito detalhada.

O estoque deve ser diariamente conferido, seja manualmente ou através de relatórios.  Administrar bem o seu estoque significa ter as informações exatas de todos os itens e valores contidos nele. Tendo esse controle, é possível pensar em redução de custos, planejar novas compras, se antecipar a eventuais faltas de produtos, entre outras tantas variaveis.

É importante lembrar que estocar não significa comprar um lote de produtos apenas pela boa negociação com o fornecedor. É claro que um bom preço é sempre bem vindo, mas produto parado é sinônimo de prejuízos para a empresa, e não lucro. Ao estocar uma grande quantidade, o risco de ter muitos produtos próximos ao vencimento é grande.

Veja algumas dicas para evitar produtos próximos ao vencimento no estoque do restaurante:

 

Espaço físico

Avalie se o espaço físico está sendo suficiente para abrigar seu estoque. O local deve ser pensando exclusivamente para este fim, e deve ser avaliado logo na negociação do imóvel. Utilize prateleiras, potes e objetos específicos que te ajudarão a armazenar e manusear mais facilmente os alimentos. Os alimentos devem estar todos visíveis, não se pode “esquecer” um produto no estoque. Se possível, solicite ajuda de um profissional de arquitetura ou engenharia, para que ele te ajude a utilizar o espaço de forma mais inteligente.

 

Organização

Faça um levantamento de todos os itens, nomeie e padronize cada um deles. Com o inventário, fica mais fácil visualizar a quantidade existente de cada produto, prazo de vencimento e de utilização. O estoque, antes de mais nada, precisa ser funcional e o controle feito diariamente.

Os softwares de gestão são uma boa pedida para manter o estoque em dia e padronizado. O sistema é integrado com os pedidos e saídas dos produtos, podendo gerar relatórios gerenciais para melhor acompanhamento dos resultados do restaurante.

Caso a opte pelo software de gestão, o primeiro passo procurar um que seja realmente eficiente e condizente a necessidade do seu estabelecimento. Com a ferramenta, fazer a fiscalização do estoque será muito mais fácil.

 

Controle de permanência de cada item

Estoque não movimentado é sinônimo de capital parado. Definir a quantidade mínima e máxima de cada produto te ajudará a manter um estoque com rotatividade, sempre pronto para atende as necessidades do restaurante, e ainda, sem correr o risco de ter produtos próximos ao vencimento na prateleira.

Para este item, o ideal é considerar o tempo de utilização de cada produto (em quanto tempo uso 25 latas de milho, por exemplo), o fluxo de saída de cada item, e ainda deve considerar o tempo de entrega do fornecedor. Essa operação permitirá que não sobre produto (ou chegue próximo ao vencimento), mas também não venha a faltar no seu estoque.

 

Automação

Optar por um software de gestão pode ser uma decisão inteligente. Por meio do software, será possível reduzir perdas e desvios de mercadoria, já que ele permite a rápida avaliação de entradas, saídas, prazos de validade; aumentar o poder de barganha do empreendimento, já que os dados são mais precisos e confiáveis do que os feitos manualmente e, ainda,  oferecem uma visão sistêmica sobre o impacto deste setor em todos os demais; melhorar a produtividade operacional da área ao integrar informações e por permitir a rápida visualização de todo o armazém de forma virtual, e consequentemente, das demais informações gerenciais.

Para saber mais sobre gestão do estoque, faça download do nosso e-book GUIA DEFINITIVO PARA UMA GESTÃO DE ESTOQUE EFICIENTE. Boa leitura!

 

Comentários

comentários