Infográfico: como reduzir o desperdício no restaurante

Você sabe quais são os impactos do desperdício no restaurante para o seu faturamento? Muito mais do que o desperdício em si, jogar alimentos fora representa custos alto para o seu negócio e redução da sua lucratividade. Saiba como reverter esse quadro!

Quem trabalha no ramo ou é dono de um restaurante já sabe: o desperdício sempre acontece. A prática, inclusive, é quase um hábito no Brasil por conta de medidas erradas que vão desde o transporte dos produtos até os hábitos do consumidor final.

Segundo Allan Bojanic, representante da FAO (Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura, na sigla em inglês) no Brasil, cerca de 30% dos alimentos produzidos em todo mundo vão para o lixo. Isso representa um prejuízo econômico de aproximadamente US$ 940 bilhões por ano, o que corresponde a cerca de R$ 3 trilhões.

O grande desafio é buscar medidas para reduzir esse despejo de alimentos.  A redução do desperdício, aliada ao uso da tecnologia, diminui custos e causa impactos ambientais positivos para os negócios do setor.

Hoje em dia, com o acúmulo na geração de lixo e degradação do meio ambiente, a preocupação com as questões socioambientais na oferta dos mais diversos tipos de serviços e produtos tornou-se um requisito de mercado. E isso não é diferente no setor de alimentação fora do lar.

Independente do perfil – pequenos negócios como restaurantes, food trucks, padarias, bares e franquias de fast food, pizzarias, vendedores de cachorro-quente, churrasquinhos, doces e frutas – todos precisam incorporar em seus produtos e serviços práticas de gestão ambiental. Mais do que isso, essa lógica está diretamente ligada à economia que esse posicionamento pode trazer aos negócios, já que em tempos de crise a redução de custos também se tornou um elemento fundamental para a sobrevivência no mercado.

As empresas que adotam práticas de sustentabilidade podem ter seus custos reduzidos porque:

  • Consomem menos água e energia;
  • Utilizam menos matéria-prima e geram menos resíduos com a otimização do processo;
  • Reutilizam, reciclam ou vendem resíduos sempre que possível.

Assim, além de diminuir custos, ao adotar essas práticas as empresas posicionam seus negócios num contexto de mercado mais moderno e competitivo e ainda aumentam sua lucratividade, pois seus ganhos ocorrem em duas vertentes, a dos ganhos econômicos e a dos ganhos ambientais, valorizando automaticamente os negócios frente ao mercado.

 

Mas como reduzir o desperdício?

Nós sabemos que em um restaurante uma parcela de desperdício é inevitável. Afinal, não se pode controlar o que o cliente come ou deixa no prato ao final da refeição. Mas você pode, no entanto, trabalhar em todo processo antes que o prato chegue até a mesa para evitar o máximo possível que o desperdício acontece, inclusive redimensionando as porções, se for o caso.

Para te ajudar nesta missão, preparamos um infográfico exclusivo com dicas de como reduzir o desperdício de alimentos, matérias-primas, energia, água e resíduos, mostrando ainda como a tecnologia pode ajudar neste processo. Clique na imagem a seguir e baixe grátis:

 

 

Se você quer saber mais sobre como reduzir o desperdício no seu restaurante, veja também este post.

 

Comentários

comentários