4 dicas para manter a higiene na cozinha do restaurante

Um dos maiores desafios em locais onde se manipula e prepara alimentos é a higiene do espaço. Ele é fundamental para controlar a contaminação por micro-organismos, fungos e bactérias, que podem provocar doenças. Mas você sabe como fazer a higiene na cozinha do restaurante de maneira correta?

Não se preocupe, pois neste artigo você verá algumas dicas para manter a sua cozinha sempre limpa e impecável. Mas antes, entenda como a higiene está relacionada com a segurança alimentar e o que a legislação brasileira fala sobre o assunto. Vamos lá?

Importância da higiene nos ambientes que manuseiam alimentos

O lugar mais importante de um restaurante é a sua cozinha, pois é o local por onde deve haver a garantia de uma experiência segura para os clientes quando se trata da alimentação.

Não existe algo mais desagradável do que um cliente se deparar com talheres sujos ou ter problemas alimentares pelo mau manuseio com os alimentos e materiais utilizados durante o preparo de uma refeição.

É nesse contexto que surge a preocupação com a segurança alimentar, que diz respeito a um conjunto de cuidados que devem ser tomados durante o transporte, armazenamento, manipulação e produção de alimentos.

Em um restaurante, a segurança alimentar está relacionada com os cuidados para armazenar e manipular os elementos, bem como o cuidado com a limpeza do espaço e dos utensílios para garantir que o espaço esteja livre de possíveis contaminantes que podem prejudicar a saúde dos clientes e da própria equipe.

A higiene dos restaurantes e a legislação brasileira

Para assegurar que a higienização das cozinhas profissionais seja feita de maneira correta, a ANVISA publicou a RDC nº216, que regula as normas de boas práticas para os estabelecimentos que prestam serviços de alimentação.

A resolução prevê a aplicação de Boas Práticas de Aplicação (BPF) para garantir as condições higiênico-sanitárias na área de alimentos, conforme três processos, a saber:

  • limpeza — remoção de substâncias minerais ou orgânicas indesejáveis, como poeiras, terra e outras sujeiras;
  • descontaminação — redução ou eliminação de agentes químicos e biológicos;
  • desinfecção — redução ou eliminação de micro-organismos.

Nesses processos de higiene na cozinha de restaurante, você e sua equipe devem levar em consideração os produtos de limpeza, a execução da limpeza e a higiene dos próprios colaboradores.

Dicas de higiene na cozinha do restaurante

1. Inspecione os equipamentos

Os equipamentos da cozinha, como geladeiras, fogões e freezers devem estar funcionando corretamente e a limpeza deles deve ser feita regularmente com produtos específicos. Não se esqueça de verificar se todos os cantos dos aparelhos estão devidamente limpos.

2. Faça manutenções e limpeza de rotina

Manter a limpeza da cozinha do restaurante é uma tarefa rotineira. Por isso, monte um checklist dos planos diários, semanais e mensais de limpeza. Por exemplo, a limpeza pesada pode ser realizada uma vez por semana.

Já o fogão e a bancada devem ser desinfetados pelo menos uma vez ao dia. Todos os utensílios da cozinha devem ser lavados com água quente e sabão após cada utilização. Depois armazenados em locais livres de poeira e gordura.

3. Organize o lixo

O lixo deve ser descartado de maneira correta. Para tanto, você pode colocar lixeiras destinadas para cada tipo de lixo. O lixo produzido deve ser removido pelo menos duas vezes por dia e as lixeiras devem sempre estar vazias ao final de cada dia de trabalho.

Elas devem ter tampa e pedal para evitar o contato direto. Sua limpeza deve ser feita com água e sabão.

4. Atente-se às normas

A Vigilância Sanitária é órgão responsável pela fiscalização dos estabelecimentos que comercializam alimentos. Se o seu restaurante não seguir as recomendações contidas nas normas federal e municipal, pode ser multado.

Em casos mais graves, o local pode ser interditado e perder a licença de funcionamento. Portanto, é importante segui-las corretamente.

No mais, fiquem atentos aos produtos específicos para manter a higiene na cozinha do restaurante e treine os colaboradores para seguir as recomendações sanitárias. Seguindo estas dicas você já está preparado para manter a cozinha do seu estabelecimento mais limpa e organizada.

Quer saber mais sobre as normas da legislação? Confira nosso artigo sobre Vigilância Sanitária: como estar em dia com a fiscalização?

Comentários

comentários

Gestão de estoque de alimentos