Economia e Coronavírus: O que fazer em meu comércio?

Atualizado em 03/04/20

Estes dias estão bem turbulentos na economia do nosso Brasil! Índice Bovespa caindo, cada dia mais casos confirmados do novo coronavírus e algumas medidas de contenção sendo tomadas. Com isso, surge a dúvida: “Economia e Coronavírus: O que fazer em meu comércio?”

De acordo com o presidente da Associação de Bares e Restaurantes (Abrasel) em SP, se nada for feito, em 40 dias o setor pode cortar 3 milhões de vagas. No Brasil somam 1 milhão de estabelecimentos, empregando ao todo, 6 milhões de funcionários.

A Abrasel estima que, se nenhuma medida emergencial for tomada, caso o fechamento se estenda por 50 ou 60 dias, o corte de vagas pode subir para 4 milhões.

Após conversas com vários dos nossos clientes, tenho percebido uma certa mudança de comportamento das pessoas nestes últimos dias, tais como: bares fechados, redução de receita de restaurantes, maior volume de compra de itens básicos em supermercados. Ou seja, a economia está se abalando com o avanço do coronavírus.

Uma das melhores medidas dos países que enfrentam esta fase foi a restrição de acesso. Por outro lado, o comércio foi um do mais afetados com a queda da movimentação.

Economia e Coronavírus: mas o que fazer em meu comércio diante disso?

Dessa maneira, aqui na KCMS temos como propósito reinventar o futuro dos negócios, então, pode ter certeza que mantemos este compromisso.

Pensando nisso, elaboramos algumas dicas e informações para lhe ajudar a superar este momento, com baixo impacto e retomar fortalecido. Confira!

Segurança

Primeiramente, mostre a seus clientes que seu comércio está tomando todas as precauções necessárias, como:

Limpar a cada uso com álcool etílico 70º:

  • As máquinas de cartão e pinpad;
  • Checkout, esteira e qualquer local onde se encosta ou debruça;
  • A alça e braços das cadeiras;
  • Mesas e objetos que ficam sobre elas;
  • Balcões e balanças;
  • Filtros de ar condicionado;
  • Disponibilize o álcool em gel para os entregadores.

Outros itens importantes:

  • Mantenha a ventilação constante;
  • Pratos e talheres somente devem ser colocado no momento do atendimento;
  • Aumente o espaços entre as mesas, sendo no mínimo de 1 metro entre as cadeiras ocupadas.

Serviço de entrega

Potencialize o serviço de entrega

Provavelmente, existe a possibilidade de ocorrer a redução do movimento no local, implemente ou aprimore o serviço de entrega, como:

  • Facilite a forma de realizar os pedidos como: WhatsApp, e-mail, site ou plataformas de delivery como: iFood, Rappi, Uber Eats e James;
  • Ofereça a possibilidade de fazer o pedido e passar para retirar no estabelecimento;
  • Ofereça uma retirada simples, leve até o porta-malas do veículo, coloque no banco de trás;
  • Caso a demanda aumentar e não tiver veículos para isso, uma boa opção é a locação de veículos utilitários;
  • Determine um raio para realizar a entrega buscando mais eficiência.

Pessoas

  • Evite ao máximo o desligamento, pois o custos para isso são altos, depois existe a dificuldade de recontratar;
  • Provoque a flexibilidade dos seus colaboradores. Por exemplo, verifique a possibilidade dos garçons passarem a dar suporte nas entregas a domicílio;
  • Se possível negocie férias coletivas (o custo pode ser menor que a demissão).

Questões trabalhistas e Governo

  • Exame médico: está suspensa a obrigatoriedade dos exames médicos ocupacionais – exceto o demissional, mas pode ser aproveitado como demissional o exame periódico feito há menos de 180 dias (Capítulo VII art. 15 a 17 da MP 927 de 22/03/2020).
  • Ocupacional: os casos de contaminação por Covid-19 não serão considerados ocupacionais, exceto se for comprovado nexo causal entre o fato de ter sido acometido pela doença e as atividades desenvolvidas no trabalho (Capítulo X, art. 29 da MP 927 de 22/03/2020).
  • FGTS Mensal: os recolhimentos de março, abril e maio de 2020 poderão ser feitos em 6 parcelas, sem juros ou correção, a partir de 07/07/2020 (Capítulo IX, art. 20 da MP 927 de 22/03/2020);
  • Férias: a empresa pode dar férias aos empregados mesmo sem completar o período de 12 meses do contrato de trabalho, além de poder ajustar a concessão de férias agora de períodos futuros mediante acordo escrito (Capítulo III, art. 6 a 10 da MP 927 de 22/03/2020);
  • Pagamento das férias: deverá ocorrer até o 5º dia útil do mês subsequente ao do início das férias e o pagamento do adicional de ⅓ pode ser feito após a concessão das férias e até a data de pagamento do décimo terceiro salário de 2020 (Capítulo III, art. 6 a 10 da MP 927 de 22/03/2020);
  • Férias coletivas: não é obrigatório avisar o governo e o prazo de aviso aos empregados foi reduzido para 48 horas (Capítulo IV, art. 11 e 12 da MP 927 de 22/03/2020);
  • Banco de horas: Foi criado um regime especial de compensação de horas o caso exista a interrupção das atividades da empresa, situação que permite o lançamento de todas as horas não trabalhadas, mesmo ficando negativo, podendo ser compensadas no período de 18 meses após o término do estado de calamidade pública, com o limite máximo de 2 horas extras por dia (Capítulo VI, art. 14 da MP 927 de 22/03/2020).
  • Linhas de crédito, o governo liberou linhas de crédito para sua empresa.

Consulte mais detalhes no site do governo em https://gov.br/vamosvencer.

Mostre-se através do marketing

Mostre-se através do marketing

Reveja seu modelo de negócio, agregue serviço e valor. Você tem o contato do seu cliente? Também envie mensagens comunicando como irá atendê-los durante esse período e ofertando produtos e serviços especiais. 

Reforce a divulgação dos seus produtos nas redes sociais e faça ofertas. Ainda informe a seus clientes e potenciais clientes:

  • As medidas que estão sendo tomadas, mostrando seu compromisso e comprometimento para o bem estar deles;
  • Sobre seu serviço de entrega ou retirada;
  • Divulgue suas inovações;
  • Aproveite para divulgar promoções de itens com estão com baixo giro e estoque alto.

Evite a ruptura

Evitar a ruptura do estoque também é muito importante:

  • Muita atenção com possíveis mudanças no prazo de entrega;
  • Avalie a demanda dos produtos constantemente;
  • Tenha sempre opções de substituição de produtos similares;
  • Cuidado com o aumento de preços, evite a elevação sem forte motivo, pois as pessoas estão mais sensíveis a percepção do estabelecimento estar se aproveitando do momento, trazendo uma imagem negativa.

Financeiro

Fique atento às questões financeiras
  • Negocie com os fornecedores para postergar o vencimento, procure diluir os custos em várias partes ao longo do período. Exemplo: se houver 5 cobranças com vencimento no mesmo dia, ajuste para 1 cobrança por dia;
  • Em novas compras, aumente o prazo de pagamento;
  • Se necessário negocie a antecipação das vendas em cartão;
  • Antecipe a receita, aplique descontos para pagamento a vista;
  • Avalie a possibilidade de usar o benefício do diferimento (postergar o pagamento) do FGTS e Simples Nacional por 03 meses, aqueles já com vencimento a partir de Abril;
  • Se tiver dinheiro em caixa, mas não por muito tempo, avalie buscar crédito com taxas de juros menores, pode ser que depois possa ficar caro.

Inove de verdade

  • Gere créditos para o seu negócio, permita que seu cliente adquira créditos com desconto para adquirir seu produto no futuro;
  • Crie uma espécie de assinatura do seu produto, o cliente paga um valor mensal com desconto para receber ou retirar o seu produto, todo o dia, toda a semana ou todo o mês por exemplo.

Gestão

Certamente, a gestão é um dos principais pontos que permite o negócio crescer de forma sólida e consistente. Por isso, acompanhe alguns dos principais indicadores como:

  • Faturamento mensal e diário: compare com o mês e ano anterior;
  • Ticket médio: verifique se seus clientes estão aumentando ou reduzindo as compras;
  • Número de tickets: analise como está o fluxo de pessoas na loja;
  • Margem: calcule se o percentual aplicado está dentro do mercado e se é suficiente para ter resultado.

Ainda reforce a comunicação visual do estabelecimento, com avisos que indicam como lavar as mãos de modo correto e outras informações relevantes sobre o assunto. Baixe abaixo um cartaz sobre o assunto preparado pela Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo.

Economia e coronavírus

Na página da Abrasel há diversos documentos úteis e cursos gratuitos sobre gestão de equipe e segurança dos alimentos. Também busque informações no site do Ministério da Saúde.

Dessa forma, em mais de 22 anos atuando na área, temos centenas de casos de sucesso e o ponto comum entre todos eles é uma boa gestão.

Contudo, muitas empresas já possuem algum sistema, mas muito pouco utilizado.

Fazer a gestão de um negócio sem um sistema é praticamente impossível, mas aqui na KCMS há criação de soluções para que você economize tempo e tenha informação sobre o seu comércio na palma da mão.

No entanto, sabemos que fatos como esses que afetam a nossa economia não são os primeiros e nem serão os últimos.

Portanto, quer saber como podemos ajudar mais seu negócio? Fale com um especialista! E aí, você tem alguma dica aí para compartilhar? Comente aqui embaixo.

KCMS em Home OfficeBenefícios de um software