Software para franquias: 3 motivos para investir nessa ferramenta!

O modelo de negócios adotado pelas franquias encontra-se em pleno crescimento no país, expandindo, assim, a comercialização de produtos e a prestação de serviços dessa natureza. Esse é o motivo que justifica a necessidade de adotar um software para franquias que permita a gestão integrada do empreendimento.

Para tornar o gerenciamento mais transparente e eficiente é fundamental que tanto o franqueador quanto o franqueado utilizem uma plataforma comum.

Se você tem interesse em saber como esse relacionamento pode ser aprimorado com a utilização de softwares, então esse artigo é para você. Confira!

Qual é a importância de um software para franquias?

Uma das premissas para o estabelecimento de uma franquia é a expectativa de fornecimento de bens e serviços de qualidade compatível com a identidade da marca. Isso quer dizer que é preciso criar uma parceria para que a gestão das unidades seja bem-sucedida, o que reduz a possibilidade de erros que são comuns em novos empreendimentos.

Por que esse investimento vale a pena?

A implantação de sistemas de gestão é uma necessidade para manter uma gestão moderna. Com isso, é possível controlar desde o inventário até o volume de vendas, o que adiciona maior profissionalismo à operação.

1. Favorece a supervisão do franqueado

As franquias são uma modalidade de negócio na qual o franqueado, pessoa que adere a rede de franquias, compromete-se a seguir os padrões e as regras estabelecidas com intuito de fortalecer a marca.

Esse aspecto pode ser um desafio, pois o franqueador cria diretrizes e estratégias que valem para todos franqueados.

Os sistemas também são importantes, uma vez que atuam como canal de comunicação no qual são disponibilizadas informações sobre o desempenho de cada franquia. Entre os exemplos de dados relevantes para a operação estão:

  • análise da concorrência;
  • estabelecimento de metas;
  • divulgação de treinamentos;
  • controle da gestão financeira;
  • produtividade de cada unidade; e
  • monitoramento da satisfação dos clientes.

2. Aumenta a capacidade de negociação com fornecedores

Um dos maiores desafios na gestão de um novo negócio é a relação com os fornecedores e a complexidade do processo de processo de compras. Isso ocorre porque empreendedores iniciantes ainda não adquiriram o conhecimento necessário sobre esse tipo de transação.

Contudo, uma rede de franqueados tem maior poder de negociação junto ao mercado, o que garante a obtenção de preços mais vantajosos baseados na realização de compras em conjunto.

3. Facilita a gestão do estoque

A movimentação constante de insumos e produtos para venda constitui um obstáculo para o gestor que deseja ter controle sobre a entrada e saída de itens do seu estoque. Esse é um dos fatores críticos para o sucesso da franquia devido ao seu impacto direto:

  • na composição dos preços de venda;
  • na apuração dos custos operacionais; e
  • no atendimento da demanda do mercado.

No processo de gestão de uma franquia, é preciso compreender que a relação é entre franqueador e franqueado assume características distintas dos modelos de negócio tradicional.  A tomada de decisão, o estabelecimento de diretrizes de trabalho e a divisão de poderes são aspectos definidos pelo franqueador.

Desse modo, cabe ao franqueado investir em formas de solucionar esses problemas utilizando ferramentas como o software para franquias. Esse é um fator que promove a automação das atividades, permite o acompanhamento do desempenho e contribui para a manutenção dos padrões exigidos.

Da mesma forma que as franquias, os empreendimentos do ramo alimentício também requerem extensivo cuidado das suas finanças. Para conhecer mais sobre esse processo baixe o nosso guia para aumentar o lucro do seu restaurante.

Comentários

comentários

Black Friday