3 dicas para o desenvolvimento de novos produtos em restaurantes

O desenvolvimento de novos produtos é uma opção de estratégia para diferenciar o seu cardápio e atrair os clientes com uma novidade e diferencial competitivo. No entanto, não basta criar um prato e colocá-lo no menu.

Antes, é preciso todo um estudo dos produtos e, principalmente, uma avaliação para entender as mudanças no perfil do consumidor. Assim, é possível oferecer algo de valor e fazer o seu planejamento de cardápio de acordo com as necessidades e preferências dos clientes.

Para orientá-lo sobre isso, entenda alguns passos necessários para planejar e elaborar um novo produto para o seu estabelecimento.

1. Entenda o que o seu consumidor procura

Antes de qualquer coisa, é preciso saber quais são as demandas do seu cliente e o que o seu público-alvo busca. Isso é necessário porque de nada adiantará criar um prato excelente se ele não tem a ver com o seu consumidor.

Para o desenvolvimento de novos produtos que venham a ser do interesse do seu público, é interessante buscar por lacunas no mercado, ou seja, preferências ou necessidades que ainda não foram preenchidas pelos seus concorrentes. Essa análise por ser feita por meio de pesquisas de satisfação de produtos ou por um bom estudo de mercado.

2. Analise a viabilidade dos produtos

Outro ponto que deve ser muito bem pensado durante o processo de desenvolvimento de novos produtos é a viabilidade das matérias-primas e ingredientes utilizados. Esse aspecto é fundamental considerando que influencia tanto no preço quanto na disponibilidade do prato.

Então, verifique se os alimentos selecionados têm o problema de sazonalidade, se os fornecedores conseguem os insumos ou se há algum fator que inviabiliza a compra do produto. Caso contrário, poderá ter problemas, como situações em que os consumidores pedem o novo produto, mas ele nunca está disponível por falta de ingredientes.

3. Faça testes de validação

Após estudar as preferências dos clientes e acesso aos ingredientes para o desenvolvimento de novos produtos, é o momento de fazer um teste de validação, que nada mais é do que colocar o prato disponível no cardápio.

No entanto, nesse primeiro momento, o ideal é colocar o novo produto com um valor mais baixo, pois além de ser um teste, ele precisa ter algum atrativo a mais para ser escolhido pelo cliente. Outra dica para essa validação é orientar os funcionários de atendimento a oferecerem o novo item. Para isso, é interessante dizer que é o novo prato do restaurante e informar quais são os ingredientes e diferenciais do produto de maneira bem atrativa.

Durante esse processo, perceba a aceitação e número de pedidos do novo item, e o mais importe: atente-se aos feedbacks, pois é a partir deles que você poderá fazer os ajustes necessários ou saber se o prato não teve resultado satisfatório.

O desenvolvimento de novos produtos pode ser feito sempre que você identificar alguma preferência do seu consumidor que não está sendo atendida. No entanto, é preciso cuidado para não trabalhar com um cardápio longo e carregado, mas sim com foco no ramo do seu negócio, pois isso afeta tanto o seu caixa quanto o atendimento.

Agora que já sabe como planejar um novo item no seu cardápio, compartilhe este post nas suas redes sociais e ajude outros gestores a entenderem sobre o assunto!